Conteudo

Luz - A Pandémica

/upload/resized_1624265657,05106.jpg
/upload/resized_1624265662,27538.jpg
/upload/resized_1624265666,83983.jpg

Filas gigantes incomuns, e pessoas agitadas enchendo os seus cestos de produtos.
O corredor onde ficam os produtos de limpeza, incluindo papel higiénico, está praticamente vazio.
O frémito do coronavírus agitou o mundo.
Dona Pandémica não foi excepção, vestiu-se de mascaras e luvas, pronta a desafiar o ”medo contagioso”.
E como “quem tem cú tem medo”, revestiu o seu “bunker de sobrevivência” com uma airosa saia de papel higiénico para enfrentar o confinamento.
E lá dizem os entendidos: “o papel higiénico é um conforto e um luxo que fala da dignidade do humano e do que o distingue do hominídeo”.


Top